A pessoa com trombose precisa fazer alguma cirurgia nas veias? (Parte 1)

Posted on

Uma vez que a veia doente é fechada, outras veias saudáveis assumem a função de esvaziamento de sangue de suas pernas.

Isto pode eliminar os hematomas e dor, muitas vezes associada a safenectomia (geralmente resultante da ruptura de veias colaterais e perfurantes enquanto a veia safena é puxada). As cicatrizes que surgem após uma pessoa operar as varizes são quase imperceptíveis, pois as incisões realizadas na pele para tratar as veias doentes são muito pequenas. Existem situações onde é necessário tratar a uma veia de maior porte, de maior diâmetro e mais extensa, chamada veia safena. Já no tratamento por laser ou radiofrequência, chamados de tratamentos minimamente invasivos, não se retira a veia. Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. Dessa forma, não há cortes, manobras traumáticas ou pontos cirúrgicos, comumente presentes na cirurgia convencional para retirada de veia safena. • Diminuição da dor, do edema (inchaço) e dos hematomas no pós-operatório (frequentemente associados com o método convencional de ligadura e retirada da veia safena). Isso normalmente acontece em até duas semanas, porém o tempo depende dos procedimentos realizados conjuntamente (retirada de ramos varicosos colaterais, veias perfurantes, etc). Se houver a necessidade de retirar muitas varizes, então a cirurgia requer anestesia geral e se transforma em uma safenectomia (retirada da veia safena).

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • Cirurgia tradicional, com corte mais aberto e mais invasiva;
  • Cirurgia com laser;
  • Microcirurgia para varizes.

Quando a veia safena não está doente, a operação é considerada mais simples.

Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Site: www.ocirurgiaovascular.com.br Varizes são veias tortuosas e dilatadas que surgem pelo adoecimento dos vasos. – Cirurgia a Laser para varizes: usada também em pequenas varizes e teleangiectasias, consiste na destruição destes pequenos vasos através da aplicação de Laser. – Cirurgia para varizes: consiste na retirada cirúrgica da veia varicosa. No caso de complicações, por exemplo, varizes grossas, varizes em pessoas que apresentam sintomas apesar do tratamento clínico bem feito, a cirurgia geralmente é indicada. Qualquer veia pode tornar-se uma variz, mas as veias mais comumente afetadas são aquelas nas pernas e nos pés. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes. Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. O aparecimento de uma variz, pode originar novas varizes, porque a pressão dentro da veia vai-se transmitindo às outras veias adjacentes.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Parar de tomar aspirina ou similares, vários dias antes.
  • Manter jejum de 6 horas.
  • Tomar banho antes da operação.
  • Vestir roupas cómodas.

Enquanto na cirurgia tradicional o médico retira as varizes, no laser e na radiofrequência as varizes são eliminadas com o calor, que “queima” a parede e obstrui a veia.

Os médicos dizem quais são os procedimentos mais comuns para tratamento de varizes: Cirurgia - as cirurgias de varizes estão cada vez menos agressivas. Existe ainda a possibilidade de tirar a veia safena, sendo que esse procedimento apenas acontece se ela não estiver mais funcionando de maneira adequada. Cirurgia tradicional para varizes A cirurgia tradicional para varizes é feita com ligadura ou remoção de veias. Quando as veias são removidas, o médico faz a introdução de fio guia em uma extremidade e retira o fio em outra extremidade, fazendo também a retirada da veia danificada. Microcirurgia e cirurgia com laser A Microcirurgia para varizes é feita em cerca de 30 minutos, com incisões para remover as veias danificadas. A aplicação de laser é um dos tipos de cirurgia de varizes mais procurado atualmente por ser um procedimento moderno e bastante eficaz no tratamento dessas lesões. Esse tratamento é mais indicado para tratamento de varizes de maior calibre, como a veia safena. Ela é indicada em casos de varizes mais profundas e grandes e geralmente envolve a retirada da veia safena, quando esta não está funcionando corretamente. Há um estudo publicado por pesquisadores da Nova Zelândia em 2004 que realizou acompanhamento rigoroso com em 377 pacientes que realizaram retirada da veia safena.

A pessoa com trombose precisa fazer alguma cirurgia nas veias?

  • Hematoma nas pernas;
  • Dores nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna;
  • Infecção das veias;
  • Hemorragia.

Quando fazemos a cirurgia de varizes, retiramos apenas as veias que estão varicosas.

Quando a cirurgia envolve a retirada de apenas algumas veias colaterais e as safenas não precisam ser retiradas, a anestesia pode ser local. Neste caso, é realizada uma injeção de anestésico no local onde será feito cada pequeno corte na perna para a retirada da veia. Vou detalhar a técnica de retirada da veia safena interna, por ser mais comum. Após a retirada da veia, é feita uma compressão no local por onde a veia passava para evitar o acúmulo de sangue. O curativo da cirurgia de varizes é feito com pequenos pedaços de fita adesiva que fecham os orifícios de retirada das veias colaterais. A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. Outro tratamento menos invasivo é a fleboextração ou chamada de microcirurgia de varizes, que remove as veias do corpo através de pequenas incisões na pele. • O edema pode permanecer até o terceiro mês após a cirurgia, especialmente onde foi realizado safenectomia (retirada da veia safena). foi feita safenectomia (retirada da veia

O tratamento médico e cirurgia de varizes são usados para remover as veias varicosas ou para fecha-las.

Essa cirurgia de varizes usa uma câmera minúscula ao final de um tubo fino que se move através das veias varicosas. Após a escleroterapia de veias, o sangue não pode mais entrar na veia tratada, o que evita a formação de novas varizes no mesmo local. A cirurgia de varizes tem como foco a retirada de veias dilatadas e consequentemente as varizes vão embora para sempre, elas não retornam. Na maioria das cirurgias onde não é necessária intervenção na safena, em muitos casos é possível fazer a cirurgia com anestesia local e uma leve sedação. O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena. Como é feito o procedimento da cirurgia a laser de varizes ou safena? O procedimento de varizes a laser ou safena pode ser feito em homens ou mulheres. Este trabalho deixou claro que, quando bem empregado, o laser endovenoso pode ser utilizado no tratamento da veia safena insuficiente de forma segura. A fleboextração da veia safena tem sido aceita como padrão no tratamento de varizes há mais de 100 anos e as suas complicações já são bem conhecidas. Há alguns tipos de cirurgia de varizes: desde retirada das veias maiores e danificadas até aplicações nesses vasos ou as cirurgias a laser. Além disso, devemos nos lembrar que 90% do retorno venoso é feito através das veias profundas, que não são retiradas na cirurgia. Há uma outra veia safena, que é menor e é chamada de safena externa, que fica localizada na parte de trás da perna sob a panturrilha. O tratamento desses vasinhos é feito com a aplicação de remédios esclerosantes nas veias que não estão boas e isso faz com que elas endureçam e obstruam o fluxo sanguíneo. Cirurgia de varizes convencional Consiste na retirada cirúrgica das varizes nos membros e, se necessário, das veias safenas magna e parva (safenectomias).