Dicas Naturais: 3 dicas simples também podem ajudar você a evitar e tratar varizes nas pernas: (Parte 1)

Posted on

Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos.

Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. Ela diz  que ainda precisa tratar outras mais simples. Atualizado em 13 Janeiro, 2018 A escleroterapia é um procedimento não cirúrgico, usado para tratar malformações vasculares e eliminar varizes nas pernas. É uma mini cirurgia, que sim, tem que acontecer no centro cirúrgico, mas é feita de forma muito simples, nada que demandaria passar anos fugindo de uma consulta. O tratamento das varizes com espuma é uma técnica não cirúrgica, ou seja, sem cortes nem anestesia, feito mediante a injeção. Geralmente indicamos o uso de Espuma para o tratamento de pacientes com contra indicações clínicas para realização de cirurgia, ou seja, pacientes de alto risco. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como trombose venosa profunda, embolia pulmonar, flebites, manchas escuras na pele e feridas. Um tratamento que ganhou destaque nos últimos meses é a escleroterapia ecoguiada, ou injeção de espuma densa. O tratamento é feito mediante a injeção de uma substância esclerosante, na forma de espuma para que veia varicosa desapareça.

3 dicas simples também podem ajudar você a evitar e tratar varizes nas pernas:

  • Pernas inchadas,
  • Cor escura,
  • Na palpação há uma maior consistência e canais escavados sob a pele em torno do maléolo medial.

Varizes Espuma A espuma foi apontada como a possibilidade de cura das varizes sem cirurgia e de forma simples.

Além de ser menos complexo do que um procedimento cirúrgico, a escleroterapia com espuma densa é um tratamento eficaz para varizes. Após a escleroterapia de varizes com espuma densa, guiada por ultrassom, a(o) paciente já pode caminhar e não precisa fazer repouso. Enquanto, por um lado , as varizes só aumentam com o passar do tempo, as manchas, se for o caso, tendem a diminuir, com ou sem o tratamento da pele. O tratamento cirúrgico é indicado para tratar as varizes (veias doentes, tortuosas, alongadas e elevadas) e não para tratar os vasinhos. Se as varizes te causam desconforto, incômodo estético ou se há até o receio do tratamento cirúrgico, há diversas opções com baixo risco, não desista de cuidar. Considerada uma técnica inovadora para o tratamento de varizes, a escleroterapia ecoguiada com espuma não precisa de internação, exige menor tempo de tratamento e promove rápida recuperação. A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto a cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. Conclusão: O tratamento com espuma para varizes é mais uma opção do Cirurgião Vascular com a finalidade de proporcionar o melhor resultado para seus pacientes, mas precisa ser bem indicada.

Espuma densa no tratamento de varizes de membros inferiores, o avanço de uma técnica barata e simples

  • As válvulas venosas podem parar de funcionar corretamente,
  • As veias podem inchar, tornando-se varizes.

Trata-se da técnica de Escleroterapia Ecoguiada com Espuma, que substitui o procedimento cirúrgico através de um método pouco invasivo, indolor, e que permite recuperação rápida do paciente.

Porém, a efetividade do tratamento das varizes com espuma, não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como Laser e Radiofrequência. O risco das varizes voltarem no tratamento com espuma é quase 3 vezes maior que nos tratamentos cirúrgicos a Laser ou Convencional. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como flebites, trombose venosa profunda, embolia pulmonar, manchas escuras na pele e feridas. Sendo assim, a recomendação é que o tratamento para varizes com espuma seja realizado quando o paciente não pode operar, não quer operar ou se a cirurgia não está disponível. Quem tem diabetes pode tratar as varizes com o método espuma? O não tratamento de varizes tem risco maior de trombose do que seu tratamento, seja com espuma ou cirurgia. O uso de anticoagulantes não impede o tratamento com espuma e inclusive não precisa suspender seu uso, como deveria suspender se fosse operar. DR. LUIZ AUGUSTO PIMENTEL: O tratamento de varizes através do método chamado esclerotepia pode ser feita sob duas formas: líquida ou espuma. REVISTA SAÚDE: Então você não acha um bom método o tratamento de varizes com a espuma?

O tratamento das varizes com espuma é uma opção à realização de cirurgia, o uso de esclerosantes em forma de espuma tem se popularizado nos últimos anos.

  • Preço: é de aproximadamente 300 reais por sessão de tratamento, sendo que podem ser necessárias várias sessões para eliminar todas as varizes das pernas.

A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes.

Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como , embolia pulmonar, flebites, manchas escuras na pele e feridas. Todo tipo de interferência externa na pele pode causar manchas escurecidas, como cortes, contusões, inchaço etc. Evidências atuais sobre o tratamento de varizes com espuma ecoguiada sugere que o método é eficaz no curto e médio prazos. O tratamento com espuma, gradativamente se firmou como método tão bom ou até melhor que a cirurgia de varizes convencional para o tratamento e controle das varizes. A terapia com espuma para varizes e a aplicação de laser são eficazes para eliminar os vasinhos. Existem várias opções de tratamento para varizes grossas, sendo as mais utilizadas a cirurgia, o laser e a escleroterapia ecoguiada com espuma densa. A escleroterapia com espuma densa é um tratamento bastante útil para indivíduos jovens, ainda sem varizes muito grossas. Neste tratamento o médico irá injetar a espuma diretamente na variz, após verificar com uma ecografia qual o local mais adequado para a aplicação da injeção. A escleroterapia com espuma densa consiste em aplicar uma substância esclerosante chamada Polidocanol, em forma de espuma, diretamente nas varizes, até que estas desapareçam.

Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia?

Também pode ser utilizada a Escleroterapia com Espuma Ecoguiada para casos selecionados.Cada técnica tem sua indicação e o cirurgião vascular é a pessoa mais qualificada para escolher o melhor tratamento.

Uma técnica que tem se mostrado muito eficaz é o tratamento de varizes com espuma densa. O tratamento com espuma densa, guiada por ultrassom, é um método não-cirúrgico usado para tratar as varizes. Qualquer que seja o caso, a orientação do cirurgião vascular não deve ser dispensada, pois somente ele é habilitado para prescrever e efetuar o tratamento de varizes com espuma densa. A técnica da escleroterapia usa uma injeção com medicamento em forma de espuma que seca os vasos com má circulação do sangue. Apesar da grande eficácia da escleroterapia com espuma, a aplicação da técnica não exclui o tratamento cirúrgico. Sobre os modernos métodos, como a Espuma densa, dizemos sempre, tanto eu como o Dr. Hugo Neves, meu filho, que o melhor método é aquele mais indicado ao seu caso. Quando realizamos qualquer tratamento para varizes, seja cirurgia, laser, radiofrequência, espuma etc, estamos retirando aquela veia que não está funcionando bem naquele momento. “Os resultados da escleroterapia com espuma são muito bons e este método de tratamento oferece uma alternativa possível para a cirurgia”, explica o Dr. Daniel. Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia?

O que você precisa saber sobre o tratamento de varizes com espuma densa

Embora simples, o tratamento de varizes com espuma densa pode apresentar alguns efeitos colaterais.

Outros sintomas que o paciente pode notar são varizes, pele seca e escamosa, sensação de formigamento nas pernas e tornozelos inchados. Cada vez mais popular no Brasil, o tratamento de varizes com espuma é uma excelente opção para quem quer eliminar varizes grossas de uma maneira simples e sem cirurgia. Hoje em dia, existem tratamentos menos invasivos e mais tranquilos de resolver o problema, como a injeção de espuma. Após a injeção de espuma, a pele pode ficar um pouco escura, por mais ou menos 90 dias. Mas, caso as manchas não desapareçam dentro deste prazo, o paciente deverá passar um tratamento dermatológico simples, apenas para ajudar a pele a se recuperar melhor. O tratamento de varizes com espuma vem conquistando várias pessoas, exatamente por ser um método tranquilo e pouco invasivo. Assim como a cirurgia de varizes, o procedimento com injeção de espuma também apresenta riscos. Pacientes com edema e alterações de pele tem maior risco para desenvolver úlceras varicosas, nesses casos a indicação do tratamento é mandatória. Entretanto, pacientes mais velhos e com risco cirúrgico elevado tem grande vantagem no tratamento de suas varizes com ESPUMA já que o risco deste procedimento é muito baixo.

E se mesmo sabendo que o risco da cirurgia de varizes é pequeno eu não quiser operar?

Cirurgia Convencional A cirurgia de varizes pelo método convencional é realizada no ambiente hospitalar, em centro cirúrgico, com o paciente sob anestesia peridural, raquidiana ou geral.

As maiores vantagens desta opção terapêutica são o resultado estético satisfatório, a eficiência em ressecar todos os segmentos doentes, e o baixo risco de manchas na pele. O tratamento cirúrgico das varizes associado ao uso de LASER/radiofrequência não precisa de grandes incisões ou cortes na pele, causa menos edema e hematomas e tem recuperação mais rápida.